28 de jul de 2011

Consumidor tem 90 dias para reclamar aparelho danificado em apagão



O consumidor que perde algum aparelho com a falta de luz ou queda brusca de energia procurar a distribuidora de energia em até 90 dias para pedir o ressarcimento. A determinação está em resolução da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).
Se for verificado que o dano teve relação com a interrupção no fornecimento de energia, a distribuidora tem prazo de 45 dias corridos para ressarcir o consumidor.
Dentro desse prazo, a concessionária tem até 10 dias para vistoriar o equipamento, até 15 dias, após a inspeção, para comunicar o resultado do pedido e mais 20 dias para efetuar o ressarcimento em dinheiro, conserto ou substituição do equipamento.
Para eletrodomésticos usados na conservação de alimentos perecíveis, como geladeira e freezer, a vistoria deve ocorrer em até um dia útil, segundo a Aneel.
As distribuidoras devem atender o consumidor por telefone, internet ou pessoalmente. Se não houver atendimento satisfatório, o consumidor poderá recorrer à ouvidoria da Aneel pelo telefone 167 ou no site Aneel.
O Procon-SP (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor) alerta que as pessoas não devem reparar os equipamentos danificados, pois podem perder o ressarcimento.
Um apagão atingiu diversos bairros das zonas oeste e sul de São Paulo, na tarde desta quinta-feira. Moradores das ruas Teodoro Sampaio, Cardeal Arcoverde, João Moura, rua dos Pinheiros e Mateus Grou e das avenidas Vital Brasil, Sumaré e Pompéia relataram falta de energia nas redes sociais. A falta de energia deixou as quatro estações da linha 4-amarela do metrô paralisadas.

Folha.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário